De Pueblos Indígenas en Brasil

Notícias

Índia Bakairi é um dos grandes talentos dos Jogos Escolares em Mato Grosso

24/04/2016

Fonte: Folha Max - http://www.folhamax.com.br



Os Jogos Escolares costumam revelar grandes talentos para o esporte brasileiro. Uma dessas joias está na cidade de Paranatinga (a 342 km de Cuiabá), na segunda etapa da competição em Mato Grosso, que começou nesta sexta-feira (22) e prossegue até o dia 4 de maio. Trata-se da índia Larissa Tyuiaki, da etnia Bakairi. Ela mora em Paranatinga é a atual vice campeã brasileira de luta olímpica, na categoria B (de 12 a 14 anos).

Em 2014 Larissa disputou a sua primeira competição, que foi a fase estadual dos Jogos Escolares da Juventude. Ela venceu a etapa e se credenciou para representar Mato Grosso na fase nacional dos jogos. E para a surpresa de muitos, logo no primeiro ano de competição, com apenas quatro meses de treinamento, ela foi a terceira colocada numa disputa que reuniu os principais atletas brasileiros da luta olímpica escolar. No ano passado, com uma preparação melhor, ela alcançou o vice-campeonato.

A história de Larissa é de muita superação e amor ao esporte. Para ser vice campeã brasileira, ela já teve que percorrer 100 quilômetros de sua aldeia até a cidade para treinar. E por conta da distância a menina treinava apenas um vez por mês. Essa rotina se repetiu ao longo de 2014 até que, em 2015, Larissa saiu da aldeia e foi morar na cidade, na casa de sua técnica, a professora de Educação Física, Andressa Ueharo.

Andressa descobriu Larissa meio que por acaso. Ela foi até a aldeia dos Bakairi em busca de meninas para formar uma equipe de futebol. Ao observar a estrutura de Larissa, a professora teve a ideia de fazer um teste com ela na luta olímpica. "Ela sempre pegou os exercícios com muita facilidade", recordar a Andressa.

Larissa faz jus ao sangue guerreiro dos Bakairis, que, por sinal, são campeões mundiais de cabo de força. Naturalmente ela tem um biótipo atlético, com pernas, tronco e braços fortes. Tudo isso a favorece muito na hora da luta. "Ela tem um talento natural para esse esporte. E ela só tem aprimorado isso durante os treinos", destaca a professora.

No tatame Larissa demonstra muita força e atitude, mas no dia-dia ela é uma menina simples, de sorriso fácil e de poucas palavras. Tímida, ela fala que o seu maior sonho é ser lutadora profissional de MMA para poder participar do torneio de UFC.

Apesar da pouca idade, a menina já é referência para muitos estudantes que começaram a praticar luta olímpica inspirados na história dela. Isso fez com que a professora Andressa fosse em busca de mais investimentos para luta olímpica em Paranatinga, já que a procura pela modalidade aumentou na escola onde a professora atua. Hoje Andressa trabalha com três categorias de luta olímpica: de base (a partir de 8 anos); e nas faixas etárias de 12 a 14 e de 15 17 anos.


Ao mestre com carinho


Se Larissa tem obtido resultados importantes no nacional, isso se deve muito a sua professora e técnica, Andressa Ueharo. Ela apostou no talento da garota e sempre buscou preparar Larissa da melhor maneira possível, mesmo com tanta adversidade e falta de estrutura.

Quando Larissa foi terceira colocada no nacional dos Jogos Escolares ela treinou durante quatro meses na areia, quando o ideal seria um tatame para evitar riscos de lesões. Com muito custo, a professora conseguiu que a escola comprasse um tatame para os treinos de luta olímpica. A medida beneficiou não só Larissa como os demais estudantes que praticam a modalidade. Os resultados expressivos da menina também sensibilizou a Federação Matogrossense de Luta e Associadas, que conseguiu mais um tatame para os treinamentos da pequena Bakairi.

Hoje as coisas já estão bem melhores para a garota. Ela treina num tatame adequado, tem acompanhamento de nutricionista e neste ano está inscrita para receber o Bolsa Atleta do Governo de Mato Grosso. "Se ela for comtemplada com o programa será outro grande reforço, uma condição a mais para que ela possa desenvolver os seus treinos da melhor maneira possível", destacou.

Andressa é ex-atleta de judô e tem se especializado na área de lutas para dar mais suporte a Larissa. Neste ano ela se prepara para um curso, que será ministrado pela Confederação Brasileira de Lutas.



http://www.folhamax.com.br/esporte/india-bakairi-e-um-dos-grandes-talentos-dos-jogos-escolares-em-mato-grosso/83543
 

As notícias publicadas no site Povos Indígenas no Brasil são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos .Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.