De Pueblos Indígenas en Brasil

News

Indígenas do Rio Negro elegem lideranças e debatem o saber tradicional

02/12/2020

Fonte: BNC - https://bncamazonas.com.br/municipios



Indígenas do Rio Negro elegem lideranças e debatem o saber tradicional
Os líderes Marivelton Baré e Nildo Fontes foram reeleitos para comandar a Foirn pelos próximos quatro anos. Os povos indígenas da região também se reuniram em assembleia para definir os próximos passos das comunidades

02/12/2020 09:15
Da Redação do BNC Amazonas em Brasília

A Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn) reelegeu Marivelton Barroso, da etnia Baré, e Nildo Fontes, da etnia Tukano, presidente e vice-presidente da organização, respectivamente, para o quadriênio 2021-2024.

A eleição ocorreu durante a 15ª Assembleia Geral Ordinária Eletiva da Foirn, realizada em São Gabriel da Cachoeira no último fim de semana.

"A gente não vai reduzir espaços e não vai reduzir ninguém, pois o nosso espaço é coletivo. Temos que focar nas nossas estratégias", disse Marivelton Baré, em seu discurso logo após a eleição.

Entre suas prioridades para a próxima gestão, estão o fortalecimento institucional da Foirn, gestão transparente e reforço das bases.

Marivelton concorreu pela Coordenadoria das Associações Indígenas do Médio e Baixo Rio Negro (Caimbrn).

Também participaram da eleição da Foirn representantes da Coordenação das Organizações Indígenas do Tiquié, Baixo Uaupés e Afluentes (Diawii); a Coordenadoria das Associações Indígenas do Alto Rio Negro e Xié (Caiarnx); e a Coordenadoria das Organizações Indígenas do Distrito de Iauaretê (Coidi). A Associação Baniwa e Koripako (Nadzoeri) não apresentou candidato.

"Pandemia e os saberes tradicionais"
Os desafios da covid-19 e as limitações impostas pelo governo federal aos povos indígenas foram temas nas discussões na 15ª Assembleia Eletiva da Foirn.

Por outro lado, o fortalecimento institucional das Organizações Indígenas do Rio Negro e a reação de seus povos frente à pandemia, com o uso e valorização dos remédios e práticas tradicionais, também foram ressaltados.

Entre as deliberações do encontro, ficou definido que a Foirn articulará para garantir o reconhecimento e registro dos tratamentos indígenas utilizados contra a covid-19

Também vai impulsionar discussões sobre a criação de centro de saúde indígena no Rio Negro.

A Federação também buscará compromisso institucional das prefeituras de São Gabriel, Santa Isabel e Barcelos para viabilizar esses projetos.

Plano de Gestão Territorial
Durante a assembleia foi lançado o livro do Plano de Gestão Territorial e (PGTA) do Alto Rio Negro, elaborado em parceria da Foirn e Instituto Socioambiental (ISA).

Segundo Marivelton Baré, um dos desafios da nova gestão é buscar parcerias para garantir a execução do PGTA.

"É nosso plano de vida do território. Nele, estão as nossas reivindicações, o que a gente quer" disse o líder dos povos indígenas do Rio Negro.

A elaboração do plano envolveu mais de 40 pesquisadores indígenas e possibilitou atualizar a base de dados.

"O PGTA é referência para instituições públicas e outras organizações que atuam nas terras indígenas. É um documento que forma base de trabalho e planejamento sólido para a região", explicou o coordenador-adjunto do Programa Rio Negro do ISA, Aloisio Cabalzar

Economia indígena
Na assembleia, Marivelton Baré divulgou que está em elaboração o Fundo Indígena do Rio Negro.

O fundo vai apoiar projetos das associações regionais para que essas organizações tenham autonomia de execução de projetos. Será gerido pela Foirn e deve lançar os primeiros editais no início de 2021.

Quem também vai lançar editais no ano que vem é o Fundo Podáali - Fundo Indígena da Amazônia - que tem o objetivo de fortalecer iniciativas indígenas, com atenção na preservação ambiental e da cultura dos povos tradicionais.

O Fundo Podáali é gerido pela Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab).

Foi anunciada ainda a parceria entre Coiab e Unicef que beneficiará os indígenas do Rio Negro.

O convênio vai disponibilizar bolsas para quatro comunicadores em São Gabriel da Cachoeira, Santa Isabel do Rio Negro e Barcelos.


Com informações da Foirn e da Rede Wayuri de Comunicadores Indígenas.


https://bncamazonas.com.br/municipios/indigenas-do-rio-negro-elegem-liderancas-e-debatem-o-saber-tradicional/
 

The news items published by the Indigenous Peoples in Brazil site are researched daily from a variety of media outlets and transcribed as presented by their original source. ISA is not responsible for the opinios expressed or errors contained in these texts. Please report any errors in the news items directly to the source