De Povos Indígenas no Brasil

News

Dezessete etnias participam da Etapa Distrital da 5ª CNSI no DSEI Médio Rio Purus

09/10/2013

Fonte: Portal da Saúde - http://portalsaude.saude.gov.br



Mais um Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) realizou, com sucesso, a Etapa Distrital da 5ª Conferência Nacional de Saúde Indígena (5ª CNSI). No período de 2 a 4 de outubro, o DSEI Médio Rio Purus reuniu gestores, trabalhadores e usuários da saúde indígena para discutir e aprovar as propostas que serão levadas para a Etapa Nacional, prevista para acontecer no período entre 26 e 30 de novembro, em Brasília (DF). O evento aconteceu na Escola Estadual Santo Agostinho, no município de Lábrea (AM).

Onze aldeias (Açaí, Água Branca, Buritirana, Araçá, Cidadezinha, Sede-Auditório da UAB, Sede da FOCIMP, Japiim, São Pedro, Vila Nova e Crispim), enviaram representantes para o evento, que foi antecedido por 11 etapas locais. "As etapas locais e a distrital do DSEI Médio Rio Purus foram importantes para reforçar a participação dos gestores, trabalhadores e usuários envolvidos com as ações do Subsistema de Saúde Indígena", avaliou a representante do DSEI Médio Rio Purus, Nancy Filgueiras da Costa.

Ao todo, 107 conferencistas, entre delegados e convidados, participaram da Etapa, que aprovou 16 moções e elegeu o mesmo número de delegados para a Etapa Nacional.

As etnias presentes foram: Apurinã, Paumari, Jarawara, Jamamadi, Deni, Mamuri, Suruwahá, Katawxi, Katukina, Banawá, Himerimã, Miranha, Karipuna, Bakairy, Jumas, Kokama e Kaxarari.

Feliz com o resultado do evento, o presidente do Condisi Médio Rio Purus, João Francisco Neri Pantoja, destacou o esforço de toda a equipe. "No início das etapas locais, enfrentamos muitos problemas pelas dificuldades de acessos às comunidades indígenas. Mas o resultado final foi muito positivo, pois na 59 delegados participaram da Etapa Distrital e, com certeza, algumas das propostas que irão para Etapa Nacional ajudarão a saúde indígena do Médio Rio Purus", explicou.

Quem também destacou a importância da Conferência foi o coordenador executivo da Federação das Organizações e Comunidades Indígenas do Médio Rio Purus, José Raimundo Pereira Lima. "Que as conferências venham de fato melhorar a assistência à saúde das comunidades indígenas, a estrutura e o funcionamento do DSEI Médio Rio Purus", pontuou.

Por outro lado, o representante das Lideranças Indígenas do Médio Rio Purus, Francisco Jacinto de Almeida não escondeu a expectativa em relação a Etapa Nacional. "Acompanhei todas as conferências indígenas e esta é a que desperta mais expectativa nas comunidades, pois é a primeira conferência da Sesai e certamente produzirá melhorias para a saúde indígena", disse.

A coordenadora da Associação de Mulheres Indígenas do Médio Rio Purus (AMIMP), Maria do Socorro Pinheiro de Carvalho, disse esperar que as propostas aprovadas se resultem em benefícios para a comunidade indígena. "Que as propostas das etapas sejam colocadas em prática atendam aos anseios dos povos indígenas nas Aldeias", finalizou.

Dentre os participantes da abertura e encerramento da etapa estavam o secretário Municipal de Saúde Lábrea, Edenir Maia da Silva; o vice-prefeito de Lábrea, Gelsomar Oliveira Cruz; o diretor do Hospital Regional de Lábrea, Fernando Queiroz de Freitas; o representante da Funai, João Batista da Silva; o secretário executivo do Fórum dos Presidentes de Condisi, Marcos Antonio da Silva Pádua; a representante da Sesai, Nancy Filgueiras da Costa; o presidente do Condisi do Médio Rio Purus, João Francisco Neri Pantoja; Representante das Organizações Indígenas do MRP, Francisco Jacinto de Almeida; a coordenadora da Associação de Mulheres Indígenas do MRP, Maria do Socorro Pinheiro de Carvalho; o coordenador da Associação dos Profissionais Indígenas do MRP, Erivelto Fernandes do Nascimento; o coordenador executivo da Federação das Organizações Indígenas do MRP, José Raimundo Pereira Lima; o coordenador regional do Conselho Indigenista Missionário, Hoadson Leonardo Silva; o representante da Prelazia de Lábrea, padre Eder Carvalho Assunção; e a presidente da Câmara de Vereadores de Canutama (AM), Marlene Nunes Brandão, da etnia Miranha.



http://portalsaude.saude.gov.br/portalsaude/noticia/13667/1006/dezessete-etnias-participam-da-etapa-distrital-da-5a-cnsi-no-dsei-medio-rio-purus.html
 

The news items published by the Indigenous Peoples in Brazil site are researched daily from a variety of media outlets and transcribed as presented by their original source. ISA is not responsible for the opinios expressed or errors contained in these texts. Please report any errors in the news items directly to the source